Alunos da oficina de rádio do Projeto Biizu conhecem a sede do governo

Alunos da oficina de rádio do projeto Biizu conhecem a sede do governo

Adolescentes que participaram das oficinas de rádio do projeto Biizu em Abaetetuba, no nordeste do Estado, conheceram nesta segunda-feira (28) a sede da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), o Palácio do Governo e os estúdios da Rádio Cultura, em Belém. O grupo foi recebido pelo governador Simão Jatene, que parabenizou os alunos pelo trabalho desenvolvido. O Biizu é coordenado pela Diretoria de Comunicação Popular e Comunitária da Secom.

“Fico extremamente feliz de ver o resultado de projetos como esse. As obras públicas, os projetos do governo são feitos com o recurso vindo do bolso de cada cidadão, mas só se constrói uma sociedade melhor se os homens forem também melhores e cada um fizer um pouco. Que vocês sejam lutadores e propagadores de uma outra forma de comunicação, que tenha compromisso com a sociedade”, afirmou Simão Jatene.

Desde 2011, quando foi criado, o Biizu já visitou mais de 40 municípios e certificou mais de dez mil alunos a partir de oficinas que abordam as diferentes linguagens da comunicação, como audiovisual, fotografia, grafite, web e rádio. As atividades servem como aprendizado em escolas, comunidades, associações e outras instituições sociais.

Em 2016 o projeto ganhou nova dinâmica. “Antes o Biizu ia com as oficinas, estimulava a produção e partia para outro município. A grande sacada este ano é atrelar esses alunos às rádios comunitárias, para que tenham a base teórica, o exercício dentro de sala de aula e, depois da oficina, tenham a oportunidade de trabalhar e exercitar diariamente aquilo que aprenderam”, diz o diretor de Comunicação Popular e Comunitária da Secom, Rodolfo Moraes. As oficinas em Abaetetuba ocorreram na Escola Professor Leônidas Monte.

Duas rádios locais (Conceição e Guarani) aderiram ao projeto e deram à iniciativa um espaço na programação. Nesse novo sistema, a rádio desenvolve o papel social e investe nas novas gerações, enquanto a comunidade escolar e a sociedade também ganham. “Na escola Leônidas Monte, por exemplo, havia problemas de falta de segurança. A imagem ruim está sendo revertida para a boa, com o programa semanal na rádio local que fala sobre esse e outros temas”, diz o coordenador do projeto, Felipe Braun Soares, revelando que a rádio da escola também foi reativada. “Quando fizemos a oficina, a própria diretoria se mobilizou para investir no que estava estagnado”, acrescentou.

Perspectivas – Dos alunos que participaram das oficinas e que continuaram em atividade está Jhonata Fereira, 18 anos. Comunicativo, ele viu no projeto uma oportunidade de realizar um sonho. “Sempre tive vontade de trabalhar na área. Inclusive, pretendo cursar comunicação. Foi uma experiência única participar da oficina e poder visitar a Secom. Conhecer o governador foi mais uma motivação que a gente teve”, contou.

Quem também ficou empolgada com a visita foi a jovem Larissa Machado de Abreu, 15 anos. Ela participou da oficina de rádio incentivada pelas amigas e acabou gostando da experiência. “Pensei que seriam só as aulas, mas logo em seguida fomos para as rádios locais e já fizemos programas ao vivo. É muito bom e importante ter a oportunidade de repassar informações sobre drogas, doenças, gravidez na adolescência e trânsito, entre outros temas, e poder ajudar as pessoas”, ressaltou.

O radialista Paulo Sena, que já participou da oficina, hoje abre espaço para os novos talentos. “Desde a primeira oficina, o projeto já vem dando resultado. Hoje vários colegas que participaram já estão atuando nas rádios locais. Nos meus programas eles têm 20 minutos para trabalharem o tema que quiserem, de interesse da comunidade. Já conseguimos fazer quatro edições com uma abrangência de mais de um milhão de pessoas, incluindo as duas rádios”, contou.

A intenção é expandir o projeto Biizu para todo o Estado e envolver cada vez mais a comunidade. “Isso para nós é fantástico, pois é um veículo de comunicação comunitária sendo produzido pela própria comunidade com o apoio do governo do Estado e das rádios locais. Uma parceria que me emociona, pois são esses projetos que trazem um retorno positivo, a verdadeira alegria para nós, servidores públicos, e uma maneira de estimularmos o exercício da cidadania”, finaliza Rodolfo Moraes.

Lidiane Sousa
Secretaria de Estado de Comunicação

Fonte: Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2017 Projeto Biizu. Todos os direitos reservados.
DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO POPULAR E COMUNITÁRIA